Violonista Danton Oestreich apresenta o recital Alma Brasileira em Santa Cruz

O público santa-cruzense terá duas oportunidades para apreciar o violão de Danton Oestreich, que apresentará o recital Alma Brasileira nos dias 7 e 8 de novembro. O primeiro espetáculo será às 20h, no auditório do Memorial da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), e o segundo, às 19h30, na Casa das Artes Regina Simonis. O repertório, totalmente dedicado a compositores brasileiros, é composto por Suite Popular Brasileira e Cadence & Étude nº 12, de Heitor Villa-Lobos; Prelúdio, de Edino Krieger; Appassionata, de Ronaldo Miranda; Dreams, de Sérgio Assad; e Toada, de Dimitri Cervo.

O recital homenageia, em especial, os compositores Edino Krieger, Ronaldo Miranda e Dimitri Cervo, que neste ano completaram, respectivamente, 90, 70 e 50 anos de idade. O ingresso é uma contribuição espontânea (doação para o artista). A promoção é do Núcleo de Arte e Cultura da Unisc e da Casa das Artes Regina Simonis. Danton Oestreich é bacharel em Violão Erudito pela Ufrgs e mestre em Filosofia pela Unisinos. A sua atividade como concertista é acompanhada por um vívido interesse acadêmico na pesquisa em áreas como a hermenêutica e a estética, cujo objetivo é embasar e enriquecer as suas considerações interpretativas em música.

Danton possui artigos publicados em periódicos especializados nas áreas da música e da filosofia. De 2006 a 2009, foi integrante da Orquestra Jovem Unisc e, em 2009, professor de violão na mesma instituição. Em 2012, atuou como docente do curso de extensão em violão da Ufrgs. Participou de festivais e masterclasses, com destaque para os estudos com Álvaro Pierri e Luis Orlandini. Em outubro deste ano, participou como solista junto à Orquestra de Câmara Unisc, interpretando o Concerto para Violão RV93, de Vivaldi.

Foto: Divulgação

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *