Projeto de pesquisa que reúne investigadores alemães e brasileiros realiza workshop na Unisc

Financiado pela Fundação Alemã de Pesquisa (Deutsche Forschungsgemeinshaft), o projeto de pesquisa Auto-regulação local em contexto de Estados fraco nos tempos antigos e modernos (Lokale Selbstregelungen im Kontext schwacher Staatlichkeit in Antike und Moderne) realiza um workshop nos dias 2 e 3 de outubro, no bloco 10 da Unisc, sendo as atividades abertas aos interessados.

No evento, estarão presentes o professor Hans-Joachim Lauth, da Cátedra de Política Comparada da Universidade de Würzburg, e os doutorandos Anna Paula Bennech e Matheus Jones Zago, que desenvolvem seus estudos em Würzburg desde o mês de abril. Professor Lauth é o coordenador do subprojeto Organização da educação universitária e da concessão de empréstimos em sociedades de migração do Sul do Brasil. Integram esse subprojeto dois estudos de caso sobre organizações locais na região do Vale do Rio Pardo, acerca da Unisc e do Sicredi, que serão desenvolvidos em forma de tese pelos doutorandos. Os professores João Pedro Schmidt e José Antonio Moraes do Nascimento, dos programas de pós-graduação em Direito e em Desenvolvimento Regional da Unisc, e a professora Silvana Krause, do programa de pós-graduação em Ciência Política da Ufrgs, atuam como co-orientadores das teses.

No workshop, será discutida em detalhes a realização da pesquisa de campo sobre a Unisc e o Sicredi, que inicia nas próximas semanas, mas o evento servirá também para estabelecer um diálogo mais amplo com professores e estudantes da Universidade.  No dia 2 de outubro, à tarde, acontece um diálogo com gestores e professores da pós-graduação sobre o formato inovador desse projeto de pesquisa. O grupo de pesquisadores alemães é multidisciplinar, composto por historiadores, arqueólogos, estudiosos do Antigo Testamento, cientistas políticos, geógrafos, etnólogos e sinólogos das universidades de Würzburg, Bayreuth, Leipzig e do Instituto Arqueológico Alemão. Ao longo de três anos, os estudos examinarão o funcionamento da auto-organização local nas antigas culturas mediterrâneas e no Sul Global contemporâneo, com estudos de caso em Burkina Faso, Brasil e Moçambique. Haverá ainda debates e uma aula ministrada pelos pesquisadores dirigida a estudantes de diferentes áreas.

 

Fonte: Josemar Santos Unisc

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *