Segundo Desfile Temático da 35ª Oktoberfest reúne 30 mil pessoas em Santa Cruz do Sul

O tempo firme e a temperatura amena da manhã deste domingo, 20 de outubro, último dia da Festa da Alegria, contribuíram para que o segundo Desfile Temático da 35ª Oktoberfest reunisse, mais uma vez, milhares de pessoas em Santa Cruz do Sul. O Túnel Verde da rua Marechal Floriano, cartão postal da cidade, recebeu cerca de 30 mil pessoas, que acompanharam, ao longo de duas horas, a evolução de mais de 4 mil figurantes, 17 bandinhas típicas alemãs e 10 carros alegóricos, seguindo o tema História, Cultura e Tradição. “Novamente foi um belo espetáculo, que ficou ainda mais completo com a animação e a participação do público”, comemorou o presidente da Festa, Ênio Ernesto Wermuth. Pela Internet, a transmissão ao vivo contou com mais de 16 mil visualizações.

A abertura do Desfile foi feita pela bicicleta articulada Zig Zag Zug, seguida pelas animadas recepcionistas da festa. A ala seguinte foi formada pelos integrantes da Coordenação Executiva da Festa da Alegria, dentre eles, o presidente da Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp), Léo Henrique Schwingel, e a vice-presidente da 35ª Oktoberfest, Sônia Schuh. A famosa Fubica do Fritz veio logo após, com a presença do presidente da 35ª Oktoberfest, Ênio Ernesto Wermuth, sua esposa Odeti e a ilustre participação do idealizador e presidente da 1ª Oktoberfest, Ademir Müller.

O primeiro carro, que rendeu muitas fotos dos visitantes, trouxe a simpática família de bonecos da Festa – o casal Fritz e Frida e seus filhos, Max e Milli. Na ala seguinte, destaque para a Beer Bike (bicicleta da cerveja), parecida com bondes do início do século 20, acomodando até 16 passageiros. Os 35 anos de história das soberanas da Festa vieram representados no segundo carro, com a presença das atuais beldades da Oktoberfest, rainha Ana Paula Bohnen e suas princesas, Jayne Inês Heck e Graziela Schoeninger. As ex-soberanas da Festa vieram em seguida, em uma ala especial, repleta de beleza e elegância.

A ala seguinte apresentou toda a alegria do Grupo de Dança Alemã da Apae, o Apaefest, fundado em 2012, valorizando a expressão corporal das pessoas com deficiência. O terceiro carro lembrou o tema da Festa neste ano: História, Cultura e Tradição, exaltando o legado dos antepassados. A alegoria contou ainda com a participação de uma comissão de frente, trazendo a Dança dos Lenços, uma coreografia do CTG Lanceiros de Santa Cruz. O carro de número quatro retratou o Monumento do Imigrante, que em 2019 completa 50 anos de história. Já a história e a cultura do povo, com memoriais e construções significativas do município, foram os atrativos do quinto carro.

A sexta alegoria destacou a tradição, especialmente dos trajes típicos, com vestimentas inspiradas em diversas regiões alemãs. Já o sétimo carro abordou os jogos rurais, relembrando momentos lúdicos das tradições germânicas. O oitavo carro homenageou os 35 anos da Oktoberfest, em agradecimento a todos que fizeram parte da história da Festa. Culinária e família vieram representadas no nono carro, com distribuição de cuca para o público. O tradicional Bierwagen encerrou a parada, reportando às festas típicas alemãs.

Neste ano, o desfile contou com a animação de uma banda fixa, com sonorização em toda a extensão do trajeto. A parada também teve a presença de grupos de danças (locais e convidados) e de terceira idade, 7º Batalhão de Infantaria Blindado (BIB), funcionários das empresas patrocinadoras, equipe de Eisstoksport, Centro Cultural 25 de Julho, associações comunitárias, lojas comerciais, turistas, entidades sociais e empresariais e Santa Ciclismo. A Coordenação de Desfiles é liderada por João Waldemar Goerck e integrada por Daniel Silva, Jonas Leal, Luiz Carlos Kopp, Luiz Back, Marco Ellwanger, Paulo Rocha, Vanderlei Machado e Vilmar Backes. Já a criação e confecção dos carros alegóricos são do artista Sérgio Ávila e sua equipe.

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

 

Fonte: Four Comunicação

Família, Comunidade e Educação é o tema da 36ª Oktoberfest

A 35ª Oktoberfest de Santa Cruz do Sul ainda nem tinha terminado e a próxima edição já está com o tema e data definidos. Família, Comunidade e Educação será a temática que vai nortear a edição de 2020 da maior festa alemã do Rio Grande do Sul, que ocorrerá de 7 a 18 de outubro. A informação foi divulgada na noite deste domingo, 20 de outubro, no Pavilhão Central, durante cerimônia de encerramento do evento de 2019.

Conforme os pesquisadores da temática, os professores Nestor Raschen e Mártin Brackmann Goldmeyer, a importância do convívio familiar, o espírito comunitário e a criação de escolas são alguns dos valores que os imigrantes alemães trouxeram em 1849 para recém-criada Colônia de Santa Cruz. “Na 36ª Oktoberfest, queremos celebrar a história e o valor da família, a vida comunitária e a relevância da educação na constituição do que somos hoje, como povo desta abençoada terra de Santa Cruz”, destacam eles.

A pesquisa evidencia que o convívio familiar era conduzido com respeito e disciplina, em que cada integrante sabia do seu papel e de suas responsabilidades. Já a vida comunitária era intensa. Os imigrantes criaram comunidades religiosas, construíram igrejas, fundaram sociedades de canto, bolão, tiro ao alvo, entre outros. “Eles sabiam que nestes espaços estavam preservando os valores culturais e morais herdados de seus antepassados”, ressaltam.

As sociedades, algumas delas centenárias, estão ainda em funcionamento e promovem encontros festivos e de integração. Os pesquisadores ainda constataram que os imigrantes fundaram hospitais e escolas, sendo que as casas de saúde estão até hoje prestando relevantes serviços à comunidade, bem como os colégios comunitários centenários marcam presença nos dias atuais. Ao lado deles surgiram as escolas públicas estaduais e municipais que, hoje, compõem o cenário educacional de Santa Cruz do Sul. “É momento de pensar nas contribuições do passado e também do que este passado pode nos inspirar e ensinar nos dias de hoje e para o nosso futuro”.

Encerramento –  Uma solenidade no Pavilhão Central do Parque da Oktoberfest marcou o encerramento a 35ª Oktoberfest. O evento contou com a presença de coordenadores, voluntários e recepcionistas; dos grupos de danças da Ronda Folclórica – Centro Cultural 25 de Julho e Sociedade Cultural e Folclórica Oktobertanz – conduzindo as bandeiras dos Estados da Alemanha; dos bonecos símbolo da festa, Fritz, Frida, Max e Milli; e das soberanas da 35ª Oktoberfest, Rainha Ana Paula Bohnen e suas Princesas, Jayne Inês Heck e Graziela Schoeninger. Na ocasião, falaram em nome da organização, o presidente da Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp), Léo Henrique Schwingel, e o presidente da Coordenação Executiva da 35ª Oktoberfest, Ênio Ernesto Wermuth. Já o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, César Cechinato, falou em nome do Município.

 

Fonte: Four Comunicação

Unisc recebe representantes da Reginp para debater inovação

Foi realizada na manhã desta sexta-feira, 18 de outubro, no auditório do bloco 19 da Unisc, uma reunião de interiorização da Rede Gaúcha de Ambientes de Inovação (Reginp). O encontro contou com a presença do presidente e do vice-presidente da Rede, Carlos Alberto Aranha e Artur Gibbon, respectivamente. Na oportunidade, a reitora da Unisc, Carmen Lúcia de Lima Helfer, destacou a importância de ações no âmbito da inovação. “Esse é um dos eixos da Instituição e o futuro, em que a evolução tecnológica precisa ser acompanhada do ponto de vista pedagógico. Então, essa relação entre universidade-empresas é bastante relevante, pois estamos em tempos de grandes mudanças, cujo foco de formação também está no empreendedorismo”, salientou.

Após, houve a apresentação das empresas Tekann, Owntec e Conífera, residentes no Parque Científico e Tecnológico Regional (TecnoUnisc). Também estiveram presentes, pela Unisc, a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Andréia Valim, e o coordenador do TecnoUnisc e da Incubadora Tecnológica (Itunisc), Fernando Stanck.

Fonte: Josemar Santos
Assessoria de Imprensa – Unisc

Feirasul é oportunidade de boas compras na 35ª Oktoberfest

Corredores cheios e muitas opções de produtos e serviços mostram que a Feirasul é um destaque dentro da 35ª Oktoberfest, que encerra neste domingo, 20 de outubro. Quatro pavilhões com mais de cinco mil metros quadrados abrigam os 170 expositores em 2019. A feira acontece paralela à festa, com o objetivo de destacar as potencialidades da indústria, comércio e serviços e movimentar a economia do município e da região. “A Feirasul é um grande destaque da nossa Oktoberfest que impulsiona os negócios e oferece muitos atrativos aos visitantes”, destaca o presidente da 35ª Oktoberfest, Ênio Ernesto Wermuth.

Os expositores são provindos dos estados brasileiros como Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, bem como da Argentina, o que soma mais de 50 municípios. No Pavilhão 2 estão alguns dos patrocinadores da festa e segmentos como imobiliárias, óticas, faculdades, empreendimentos, decorações, bilhares, colchões, estofados, energia solar, móveis, entidades, indústria de alimentos, entre outros. Nos demais pavilhões, os principais seguimentos são: doces, quadros e molduras, artesanato, tapetes, confecções, calçados, brinquedos, cama, mesa e banho, bolsas, fotografia, etc. Em frente ao Pavilhão 5, está um simulador de montanha russa e um caricaturista.

Todos os anos, a venda de edredons na Feirasul chama a atenção dos visitantes. Lourenço Conte, 64 anos, (foto) é o responsável pelas Feiras da Nirvana Confecções, de Flores da Cunha (RS), empresa especializada em cama, mesa e banho. Conforme ele, a indústria participa da Oktoberfest de Santa Cruz desde a primeira edição, sendo que ele se envolve com o evento há mais 20 anos. “A festa é só alegria. O povo aqui é muito contente. As vendas estão boas, mesmo com a situação financeira do país”, destaca Conte, que promete retornar no ano que vem.

A Feirasul abre diariamente junto com o Parque da Oktoberfest, com fechamento sempre às 23 horas, exceto no último dia da festa, 20, que as atividades encerram às 20 horas. Os estandes da Agroindústria Familiar também fazem parte da Feirasul, o que soma, no total, 210 expositores. No espaço dedicado às famílias rurais da região, que produzem as delícias do interior, estão para comercialização cucas, bolachas, queijos, embutidos, schimier, melado, mel, rapaduras, conservas, sucos, vinhos, entre outros. No local, também é possível encontrar flores, viveiros, peixes ornamentais e artesanato rural.

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

Crédito fotos: Agência Francisco Frantz

 

Fonte: Four Comunicação

O Sol brilhou para Lucca

Vitor Kley e Lucca no palco da Oktoberfest

A sexta-feira, dia 11, foi de total euforia para Lucca de Castro Dettenborn, de 6 anos. O pequeno realizou um de seus maiores sonhos, conhecer e se apresentar com seu ídolo Vitor Kley. O cantor gaúcho ganhou o país em 2017 com grandes sucessos, como a música “O Sol” e foi uma das atrações da 35ª Oktoberfest.

Luciana Castro, mãe do pequeno grande fã, transbordando de orgulho, cedeu uma entrevista para a TVS e nos contou como começou essa história que ficará para sempre marcada em suas vidas.

  1. Quando Lucca se viu fã de Vitor Kley e interagir com suas músicas?

Lucca sempre foi ligado a música por intermédio meu e do pai dele, que trabalhamos diretamente com isso, e sempre incentivamos ele a ouvir músicas com letras que trazem algo a mais. Eu sempre fui encantada com as músicas do Vitor e ele desde a primeira vez que ouviu “O Sol” se apaixonou pela música e quase que servia como hino para passeios e momentos de descontração. Quando teve a oportunidade de fazer aula de bateria e percussão, sua primeira apresentação foi com a própria e acho que marcou mais ainda a vidinha dele.  Então acredito que a canção foi o que fez ele ser fã e admirar o Vitor Kley.

  1. E quais são as músicas favoritas do Lucca?

O Sol e Morena

  1. Quando surgiu o sonho de se apresentar com o ídolo?

Sempre que perguntava pra ele se um dia conhecesse o Vitor o que ele ia fazer, e sempre a mesma resposta: “vou tocar O Sol com ele”

  1. Quando descobrir que Vitor Kley estaria no cronograma de shows da 35ª Oktoberfest, qual foi a reação de Lucca?

Ele ficou mega empolgado e perguntou se ia crianças no show. Na mesma hora perguntei se ele gostaria de ir, e lógico que a resposta foi sim!!

  1. Como surgiu o convite para que Lucca pudesse se apresentar com o astro?

Até então ele só sabia que iria no show comigo, e eu já estava preparando uma surpresa pra ele em parceria com a GDO produções para leva-lo depois do show até o camarim. Só que nesse meio tempo o Pepy, que trabalha comigo e é professor do Lucca de percussão, mandou um vídeo falando sobre a paixão do Lucca pelo Vitor mostrando uma apresentação e fotos que eu tinha dele fazendo uma contagem regressiva (desde que saiu a ideia de irmos no show, todos os dias riscávamos um dia a menos em nosso calendário do show), para o Guitarrista da banda. E acabou que tudo isso chegou nos olhos do produtor e do próprio Vitor que pediu pra que eu levasse meu filho na passagem de som para conhecer seu ídolo e eles o mini fã.

Lucca com o calendário que usava para fazer a contagem regressiva

Ele ficou ansioso demais, quando disse que estávamos indo ver o Vitor, não parava um minuto e estava radiante de feliz. Quando chegamos fomos superbem recebidos por toda a equipe de produção, todos os músicos da banda vindo falar e brincar com ele. Foi surreal e fantástico o carinho e atenção dados a todos nós. Vitor chegaria somente depois e já estava tudo meio que combinado para fazer a surpresa para o Lucca. Foi uma emoção inenarrável, quando o produtor o pegou pela mão convidando para ver se o Vitor estava chegando, quando na verdade ele já estava escondido esperando o Lucca, eu tive a certeza que ele era mesmo fã do cantor. Ele que sempre foi meio tímido com pessoas que não conhece de primeiro momento, saiu correndo e pulou no colo dele como se conhecesse o Vitor desde que nasceu. E foi na tarde de troca de conversa e muito carinho entre eles, que o Vitor convidou Lucca para tocarem juntos no Show.

  1. Qual (s) instrumento (s) Lucca está aprendendo a tocar?

Está em fase de aprendizado com Percussão, bateria e de vez em quando nós ensinamos algumas coisas no violão e ukulele.

  1. Lucca comenta algo com a família sobre uma futura carreira artística?

Ele nunca comentou em ser artista, mas sempre fala que um dia quer trabalhar comigo e acredito que fale também que quer tocar com o pai. Ainda são muitos sonhos dentro dessa super imaginação! Mas vamos sempre apoiar ele no que ele quiser seguir!

 

Luciana acrescenta ainda o carinho que receberam de pessoas de fora e que se sente completa em realizar o sonho de seu filho.

“O carinho das pessoas tem chamado muita a atenção. Muitas mensagens e vídeos dos amigos registrando o momento. Outro dia fomos comer no posto próximo aqui de casa e ele preocupado que estava de pijama, a atendente do estabelecimento brincou dizendo: “ah Lucca! Não precisa ficar com vergonha, agora você é famoso. Eu vi teu vídeo com o Vitor kley” e eu só conhecia ela dali por nos atender algumas vezes.

Pra ele foi um momento muito especial e de muita diversão, ele se sentiu parte daquilo e inclusive convidava as pessoas pra ir no show dele (risos). Mas para nós, que trabalhamos e vivemos com isso, foi uma emoção inesquecível saber que coisas tão simples e pessoas tão cheias de Luz podem fazer tanta diferença na vida de uma criança. Me senti completa em realizar um sonho do meu filho e muita grata por ter dado mais sonhos ainda pra ele com todo esse acontecimento.”

O show de Vitor Kley, na sexta-feira, 11 de outubro, teve início às 23 horas e Lucca subiu ao palco com toda a banda, de mãos dadas com Bigode (guitarrista), já no início com a música “O Sol”, ovacionado pelo público.

Na foto Luciana Castro (mãe do Lucca), Vitor Kley com Lucca no colo e Pepy (amigo da família e professor de percussão do mini fã)

Por: John Kaercher Hascovitt (@_johnkaercher)

Um inovador Reality Show nacional inicia gravações na próxima semana na Serra Gaúcha

“Nesses novos tempos, os influenciadores digitais ganharam notoriedade e tornaram-se referência para distintas gerações. Mais do que simplesmente influenciadores, eles também se tornaram formadores de opinião, administradores, gestores, celebridades instantâneas e donos de suas próprias audiências.”

Canela, Gramado e Nova Petrópolis serão o cenário para as gravações do primeiro reality show brasileiro produzido no Rio Grande do Sul. Uma produção do Grupo TVS, emissora digital e produtora de conteúdo originada em Santa Cruz do Sul, o Influencers Live Show levará seus participantes e telespectadores a vivenciarem a magia que acontece na charmosa e próspera Serra Gaúcha. Serão dias intensos de aventura, adrenalina, diversão e ação social.

Durante o programa, quatorze digital influencers participarão de provas esportivas e culturais em diferentes ambientes da região, destacando e valorizando o turismo receptivo com o cunho social. Habilidades e criatividade de cada participante farão a diferença para garantir os pontos necessários e levá-los a grande final. E claro, muitas festas e confraternização irão brilhar na tela.

Fiquem ligados

O reality show será gravado entre 22 e 27 de outubro e tem estreia prevista para 2 de novembro. Com 28 capítulos, os telespectadores poderão acompanhar a exibição através do site grupotvs.com.br e aplicativo Grupo TVS – que estará disponível em 1º de novembro. Bastidores e atualizações através do perfil no Instagram – @grupotvs e Facebook Grupo TVS.

O programa será apresentado pelo ator Ricardo Macchi e pelas repórteres Jéssica Mueller, Juliana Haas, Nathana Redin e Sharon Weber.

Conheça a lista de participantes: Ado Franco, Bruna Noronha, Capu, Caroline Algayer, Carol Narizinho, Gabriel Ximenez, Gio Freitas, Jhovana Oliveira, Keyth Roriz, Marcos Harter, Maycon Santos, Michelle Bilhalva, Monique Amin e O Boleiro.

Inovação: A produção do reality irá contar com especialistas em Tecnologia e Comunicação 360º focado no turismo imersivo e lúdico.

 

Texto: Nathana Redin

 

Sabor do campo é atrativo das agroindústrias na 35ª Oktoberfest

O sabor das delícias caseiras tem atraído os visitantes na 35ª Oktoberfest, que se estende até o dia 20. Junto com a Feirasul, está a Feira da Agroindústria Familiar, um espaço dedicado às famílias rurais da região que produzem alimentos típicos do interior, inspirados em produtos e receitas germânicas como cucas, bolachas, queijos, embutidos, schimier, melado, mel, rapaduras, conservas, sucos, vinhos, entre outros.

Neste ano, o espaço, que fica à direita de quem entra no Parque, conta com 34 expositores, vindos dos mais diferentes municípios como Bom Retiro do Sul, Barão, Pelotas, Monte Belo do Sul, Vera Cruz e Augusto Pestana, além de Santa Cruz do Sul. A Feira evidencia ainda flores, viveiros, peixes ornamentais e artesanato rural.

Foto: Agência Francisco Frantz

 

Fonte: Four Comunicação

Semana Lixo Zero na Escola Educar-se

A Escola de Educação Básica Educar-se participará da 1ª Semana Lixo Zero de Santa Cruz do Sul, entre os dias 18 e 27 de outubro.

A semana é uma iniciativa do Instituto Lixo Zero Brasil, idealizada em Santa Cruz pela embaixadora a engenheira ambiental Débora Leonhardt da Silva. O evento também será realizado em diferentes cidades do País.

Na Educar-se, a roda de conversa será no dia 26 de outubro, sábado, ao longo da manhã de programações da Expo Educar-se 2019, a partir das 11 horas, na sala Multiuso (sala 617, bloco 6). A ideia é compartilhar práticas, além de contar com alguns convidados que irão ampliar as experiências de todos no cotidiano.

Cronograma de atividades e mais informações:

http://educar-se.unisc.br

(51) 3717-7562

Fonte: Heloísa Letícia Poll

Comunicação e Marketing

Escola de Educação Básica Educar-se

 

Marília Mendonça e Dilsinho encerram os shows nacionais da 35ª Oktoberfest

Um dos shows mais esperados pelo público da 35ª Oktoberfest ocorre na noite desta sexta-feira, 18 de outubro, em Santa Cruz do Sul. A “rainha da sofrência” Marília Mendonça promete trazer o melhor do sertanejo para a Festa da Alegria, que também vai vibrar com o samba pop do carismático Dilsinho. Eles encerram a agenda de shows nacionais da festa, que iniciou dia 9 e termina  no domingo, 20. As apresentações ocorrem na Arena de Shows, que terá seus portões abertos às 20 horas, para facilitar o acesso do público, que deve ser superior a 12 mil pessoas. Os shows iniciam às 23h e ainda restam ingressos (*) em algumas áreas, como pista (R$ 125,00 solidário e meio), camarote (R$ 260,00) e backstage (R$ 320,00). As entradas para a área vip estão esgotadas. “Nossa expectativa é de arena lotada. Esperamos um belo espetáculo para fechar com chave de ouro as atrações nacionais da 35ª Oktoberfest”, enfatiza o presidente da Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp), Léo Henrique Schwingel.

Primeira a subir no palcoàs 23 horas, Marília Mendonça começou a se destacar como compositora, ainda menor de idade. Em 2015, aos 20 anos, gravou seu primeiro DVD. Quando lançou este trabalho, impressionou o Brasil, e de lá saíram sucessos que ganharam destaque no cenário nacional como Sentimento Louco e Infiel, esta última uma das mais cantadas e tocadas em 2016. Neste mesmo ano, lançou seu segundo DVD intitulado Realidade, que teve no repertório músicas inéditas como Eu Sei de Cor. No show, estes e outros sucessos como SuperaTodo Mundo Vai SofrerBem Pior Que Eu e Apaixonadinha estarão presentes.

Dilsinho – A segunda e última apresentação da noite será com o cantor Dilsinho, que vem se firmando como o novo fenômeno do samba pop romântico nacional. Com shows cada vez mais lotados e com o público cantando em coro seus sucessos, ele foi Disco de Ouro com o single Refém, e figura no TOP 200 Chart Streaming da ABPD. Não existe ninguém do segmento pop romântico no Chart, apenas ele. Em outubro de 2018, ele lançou Péssimo Negócio, o primeiro single do seu novo DVD. Em fevereiro de 2019, lançou seu primeiro DVD Terra Do Nunca (Ao Vivo) com participações dos artistas Ivete Sangalo, Sorriso Maroto, Ferrugem, Mumuzinho, Léo Santana, Luan Santana, Kevinho e Dennis DJ. Nesta noite, o público deve vibrar com músicas como Pouco a Pouco e Controle Remoto.

(*) valores estão sujeitos à alteração e/ou indisponibilidade sem aviso prévio

 

Fonte: Four Comunicação

Noite de cinema na Praça da Bandeira

Uma parceria entre o Serviço Social do Comércio (Sesc) e a Secretaria Municipal de Educação (SEE), de Santa Cruz do Sul, levará a sétima arte até a Praça da Bandeira, no Centro da cidade. A atividade é especialmente voltada aos alunos da educação de jovens e adultos (Eja) da Emef Harmonia, mas será aberta a toda a comunidade.

Estudantes das escolas Menino Deus e do Cemeja também participarão do evento, que será realizado nesta quinta-feira, dia 17, a partir das 19 horas.

Uma tela de cinema será instalada na praça e serão projetados 2 filmes convidados e um da primeira edição do Festival Santa Cruz de Cinema, realizado em 2018: Minha Vida dá Um Filme. Em caso de chuva o evento será realizado no pátio da Emef Harmonia, que conta com estrutura coberta.

Esta ação, denominada Cinema de Rua,  é preparatória para a segunda edição do Festival Santa Cruz de Cinema, uma realização do Sesc, Unisc e Pé de Coelho, com patrocínio da JTI e da Prefeitura de Santa Cruz do Sul. O festival acontece de 21 a 25 de outubro.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul